Reiki no alívio de sinais e sintomas Biopsicoemocionais relacionados à quimioterapia

Por Equipe Keyo

É gratificante ver que após tantos anos, finalmente as atenções da área da saúde estão se voltando para a importância das terapias integrativas e o Reiki é uma delas. Este texto foi publicado na “Revista Cogitare Enfermagem” na página da UFPR em 2019.

Objetivo: verificar o uso do Reiki no alívio dos sinais e dos sintomas biopsicoemocionais relacionados à quimioterapia.

Método: revisão integrativa norteada pela pergunta: A utilização do Reiki pode aliviar alguns sinais e sintomas induzidos pela quimioterapia? A busca foi realizada nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), CINAHL, Cochrane, Embase, PubMed e Scopus sem período de restrição até setembro de 2018. Sete artigos atenderam aos critérios de inclusão.

RESULTADOS: reviram-se quatro ensaios clínicos, dois quase-experimentais e um estudo de caso.

  • Os sinais e sintomas mais estudados foram ansiedade, dor, fadiga, estresse, depressão, humor e bem-estar.
  • Pacientes que receberam Reiki relataram melhoria do bem-estar geral, qualidade de vida, dor, depressão, ansiedade, fadiga e humor quando comparados ao grupo controle.

CONCLUSÕES: as pesquisas analisadas apresentam evidências que o REIKI pode ser BENÉFICO NO ALÍVIO DOS EFEITOS COLATERAIS da quimioterapia, o que contribui para mais uma ferramenta para o alívio dos efeitos da quimioterapia.”

Não é sobre prometer a cura de doenças, é sobre gerar bem estar, equilíbrio físico, emocional e qualidade de vida!

Vamos juntos, não é concorrência é Complementar e Integrar com a saúde!

Link do estudo completo: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/5669