Terapia Holística: O futuro

Por Terapeuta Cadastrado Keyo

As Terapias Holísticas tiveram um boom nos últimos anos e, cada vez mais, deve crescer tanto os terapeutas quanto os buscadores de soluções alternativas para suas dores.

Como as Terapias Holísticas podem nos ajudar?

Desde tempos primórdios os homens usavam a natureza para cuidar de suas enfermidades. Culturas ancestrais, principalmente no Oriente, honram e disseminam estes conhecimentos até hoje.

O planeta terra sofre com os inúmeros distúrbios gerados pela indústria da sociedade moderna. Cada vez mais fica evidente para todos: é impossível a natureza adoecer sem nós, humanos, adoecermos junto.

Nunca antes na humanidade houve tanto estresse, doenças, dores na alma e suicídios. Esse momento é um grande chamado para a saúde global ser revista. 

A terapia holística pode auxiliar nos tratamentos, como: depressão, ansiedade, síndrome de burnout, estresse e insônia, sem substituir um complemento à psicoterapia ou à medicina tradicional. 

A terapia holística não substitui o tratamento médico ou psiquiátrico, mas é complementar e muito efetiva

O que é terapia holística?

A terapia holística ajuda a harmonizar pensamentos, sentimentos, físico e o fluxo de energia vital. Holos vem do grego e significa, inteiro ou todo. Qualquer terapia holística vê a pessoa de um forma inteira, ou seja, não só um corpo, um sintoma ou um órgão, mas sim a busca pela compreensão do ser em sua totalidade.

Um terapeuta holístico compreende que cada pessoa é diferente e está inserida em um contexto e formas diferentes. Por isso, o tratamento é mais efetivo quando se concentra tanto nas causas da doença quanto nos sintomas.

Essa linhagem terapêutica é indicada aos que desejam se sentir mais equilibrados, leves, seguros e em harmonia com suas vidas. Por exemplo, ao olhar para uma enxaqueca, além dos resultados de exames físicos, a herança familiar emocional, a situação de vida em que o indivíduo se encontra contam igualmente.

Qual é o melhor tipo de terapia holística para você?

Muitas técnicas de terapia holística têm de mais de 5.000 anos e originam de diferentes localidades. Da China, a acupuntura, a tradicional Medicina Chinesa, massagens e o Tai Chi. Da Índia o yoga, os exercícios respiratórios como os pranayamas, a fitoterapia, Medicina Ayurvédica e muito mais. Do Japão, o Reiki tradicional e outros.

Do Oriente diretamente para o Ocidente, onde há mais pessoas adoecidas buscando por algo mais valioso que um remédio para anestesiar a dor; muitas técnicas são reconhecidas pela OMS. 

As terapias holísticas nos auxiliam muito no autoconhecimento

Entre elas, a homeopatia e o reiki, que em 2017 entrou para a lista de tratamentos oferecidos pelo SUS, no Brasil. Os seguros de saúde se abrem cada vez mais para elas e a acupuntura também já é reconhecida.

Ao buscar por um médico integrativo, ou seja, um clínico geral que considera e receita também as terapias holísticas, a pessoa pode ser melhor direcionado. 

Quais são as terapias holísticas que existem?

Independente da origem e função, essas terapias visam a harmonia da pessoa como um todo, ou seja, devolve o fluxo de energia vital, aquela que nos mantém vivos. 

Enquanto o Reiki traz diretamente a energia vital para o corpo físico através das mãos do terapeuta, o Yoga trabalha profundamente a respiração e consciência corporal.

Se a acupuntura e a massagem, pressionam pontos físicos que necessitam de mais energia vital para voltarem ao funcionamento normal, a homeopatia e os florais trabalham nas causas dessa ausência de energia, ou seja, no corpo emocional.

Já terapias como thetahealing, hipnose, registro akáshicos e muitas outras, trazem curas, ou seja, consciência para o que estava muito escondido no inconsciente do cliente. São terapias profundas e requerem uma busca espiritual.

Terapias com ervas e flores nos remetem a reconexão com a Mãe Natureza

Fitoterapia, cromoterapia e aromaterapia auxiliam no mantimento das demais terapias. Podem ser facilmente aplicadas na nossa rotina.

Independente da terapia que se identificar mais, nós, da Keyo, sugerimos que você crie o hábito de olhar para si. Crie espaços no dia a dia para fazer respirações profundas, meditações ou apenas contemple uma paisagem. Em síntese, invista em você e em estar em paz consigo mesmo.

Quer mais dicas para seguir sua jornada de autoconhecimento? Então baixe gratuitamente o nosso Manual Bem-Amadas